democraciadireta.com.br
Sobre este Site
Dissertação

Outros textos
Outras obras

Quem é o autor?

English

Crises como um tipo de política:
o papel ritual da mídia na democracia deliberativa global

Gustavo Steinberg

Texto completo - pdf

Resumo:

Desde o colapso do equilíbrio de poder bipolar da Guerra Fria, as crises locais e globais vêm ocupando cada vez mais espaço no imaginário, na mídia e nas explicações das sociedades de hoje: aquecimento global, terrorismo, conflitos armados, fome crônica, entre outros temas críticos.

As crises – normalmente entendidas como uma força desagregadora e destrutiva – podem, entretanto, exercer um papel construtivo e estabilizador nos processos políticos e sociais. Essa é a idéia que este livro propõe, utilizando como fio condutor o debate entre as duas teorias predominantes na análise teórica da democracia: a democracia elitista e a democracia deliberativa.

Como resultado desta investigação, emerge um elemento fundamental para o funcionamento das sociedades contemporâneas: o papel ritual que a mídia assume durante os momentos de crise, papel que pode ser comparado ao do xamã nas sociedades tradicionais marcadas pelo pensamento mágico. O resultado desta atuação da mídia é a integração e a possível sustentação da sociedade global, dada a ausência de outros sistemas sociais para a geração de consenso em nível internacional.

Baseado em evidências factuais deste fenômeno em nível mundial, o livro propõe novas estratégias de deliberação global e local. Estas novas estratégias já deram origem a um projeto pioneiro no mundo, que já teve uma primeira fase de testes em 2006 (o projeto “Decisão Pública”).

 

 

© Gustavo Steinberg
visitantes únicos
desde janeiro de 2007